Le Nuove Musiche & Orquestra Arte Barroca

Evento realizado em:
21/09/2019 na Catedral da Sé na Cripta

Le Nuove Musiche convida a Orquestra Arte Barroca a performance de uma das peças de maior complexidade técnica e musical do período barroco: Dixit Dominus, escrita pelo jovem George Frideric Handel, que tinha apenas 22 anos quando terminou a composição.

Inspirado pela inventividade e virtuosidade presentes no estilo italiano da época, Handel usa a encomenda dessa peça para mostrar o seu domínio de contraponto e harmonia, criando uma obra que hoje é considerada uma de suas melhores. É nesse momento que a ópera italiana está “viralizando” pela Europa e Handel ao escrever Dixit Dominus não fica atrás da ópera no quesito drama. O jovem George usa uma escritura virtuosa tanto para o coro quanto para a orquestra, que dobra as linhas do coro em grande parte da obra, com direito a uma complexa fuga no último movimento.

Previous
Next

Sobre

O Le Nuove Musiche é um grupo independente fundado em 2015 pelos regentes Bruno Costa e Guilherme Rocha. Destacando-se na programação da música clássica em São Paulo, já se apresentou na Sala do Conservatório da Praça das Artes e em diversas igrejas históricas. Vencedor do 1º Prêmio de Residência Artística da Casa de Mateus em Vila Real, em seu novo formato de câmara o grupo retorna à Portugal em 2020 para realização de um concerto durante a residência.

Formada em 2007 por Paulo Henes, a Orquestra Arte Barroca tem como proposta interpretar o repertório camerístico e orquestral dos séculos XVII e XVIII. Busca uma sonoridade diferenciada utilizando-se de cópias de instrumentos barrocos usados nas orquestras do período. Além de violinos e violas, usa instrumentos que compunham o baixo contínuo, tais como violoncelo, contrabaixo, guitarra barroca, teorba e cravo. Sua pesquisa de repertório procura trazer ao público obras de compositores menos conhecidos e de execução ainda inédita.