Madrigal EnCanto na Cripta​

A apresentação do Madrigal EnCanto atravessará diversos aspectos presentes na Série de Concertos Cem Anos da Cripta da Catedral da Sé. A começar por sua abordagem diferenciada da música sacra composta nos séculos XIX e XX, incluindo a peça “O Sifuni Mungu” uma adaptação (do início dos anos 1980) feita pelos compositores ganeses Asukulu ‘Yunu Mukalay, David Maddux, Marty McCall, and Mmunga Mwenebulongo Mulongoy para o Cântico das Criaturas, de São Francisco de Assis (século XIII). Entre outras peças, o concerto traz o “Cancioneiro de Lampião”, de Marlos Nobre, e “Suíte dos Pescadores”, de Dorival Caymmi: nomes fundamentais da composição erudita e popular brasileiras,  respectivamente. O primeiro nascido em Pernambuco e o segundo da Bahia: estados de origem de grande parte da população paulistana. 


Data: 20/07/2019 – sábado
Horário: 16:00
Local: Cripta da Catedral da Sé
Lugares disponíveis: 80

*** Ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência no próprio local. Ingressos limitados.

Sobre

Capela subterrânea que abriga 30 câmaras mortuárias, a cripta fica 7 metros abaixo do nível da praça da Sé. Acessível por duas escadas localizadas nas laterais do altar-mor e presbitério da Catedral, a cripta tem 365 metros quadrados e foi projetada em formato de cruz. Na nave central, atrás das escadas, estão localizados os túmulos do Padre Diogo Antonio Feijó, regente do Império do Brasil entre 1835 e 1837, e do índio Tibiriçá, cacique da tribo tupiniquim que habitava a região de Piratininga na chegada dos portugueses, em 1554. Os dois mausoléus, verdadeiros monumentos, são a “alma da história da cidade de São Paulo” na cripta da Catedral, como consta no relatório das obras da Catedral do ano de 1918.
 
Além dos restos mortais de todos os bispos da fase diocesana de São Paulo  (entre 1745 e 1908, quando a cidade ainda fazia parte da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro), está sepultado na cripta da catedral o Padre Bartolomeu de Gusmão, que inspirou um dos personagens principais do livro “Memorial do Convento”, do escritor português José Saramago. Acusado de bruxaria por seus contemporâneos e denunciado à Inquisição, Padre Bartolomeu é considerado o inventor do balão.
regua-de-logo-p3-v7

Créditos

DIREÇÃO GERAL Camilo Cassoli - PRODUÇÃO Estúdio Centro - PRODUTOR GERAL Diego Sousa - DIREÇÃO ARTÍSTICA Delphim Rezende Porto Júnior - CENOGRAFIA Aline Arroyo - DESIGN GRÁFICO João Brito - PRODUÇÃO TÉCNICA E MUSICAL Companhia Técnica - OPERAÇÃO DE ÁUDIO Robson Luiz - ILUMINAÇÃO Abdias Jr. - IMAGENS DE ARQUIVO Arquivo Metropolitano Dom Duarte Leopoldo e Silva - WEBSITE Baobá Art Comunicação Integrada - VÍDEO Estúdio Centro, Ligalight, Letícia Silva, Parece Cinema - OPERAÇÃO DE CÂMERA Andreia Cardoso, Thais Costa - DIREÇÃO DE IMAGEM Luiz Felipe Rossi - APOIO ADMINISTRATIVO E GESTÃO DE PESSOAL Deize Santos, Fabiana Amorim, Walkiria Santos - CONSULTORIA JURÍDICA Olivieri Associados - ASSESSORIA CONTÁBIL Suprema Contadores Associados

Agradecimentos

Adriano Stringhini, Beatriz Peres, Cardeal Odilo Pedro Scherer, Carlos Hashish, Fábio Marotta, Fernando Arthur Crepaldi, Pe. Helmo Faccioli, Jair Mongelli Júnior, Luciane Moraes Ribeiro, Maurício Alito, Pe. Luiz Eduardo Baronto, Sandra Moreira, Sérgio Reis, Wagner Ponciano, Pe. Zacarias José De Carvalho Paiva

CONTATO

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Procultura

11. 3263.0197

Flávia Miranda

11. 98542.1771

Maria Clara Moura

11. 97071.8348
© 2019 Concerto Cripta da Catedral da Sé 100 anos - Todos os direitos reservados
logo-vertical.svg