Madriquê

Concerto realizado em:
01/02/2020 na Catedral da Sé – Sala do Piano

Um século de música em canções interpretadas pelas jovens vozes do coro Madriquê abre o mês de fevereiro da “Série Concertos 100 Anos da Cripta da Catedral da Sé”. Grupo vocal independente formado por jovens entre 16 e 22 anos, Madriquê reúne, desde 2017, estudantes de música com repertório popular e autoral. Em sua apresentação na Sala do Piano da Catedral, apresentarão um programa de canções ligadas a história da cidade de São Paulo.

Previous
Next

Sobre

Um dos objetivos do grupo é proporcionar aprimoramento na formação de músico dos seus integrantes. O grupo já realizou projetos com o  Teatro Décio de Almeida Prado, com o Parque Trianon e o Centro de Cultura Musical, com o Espaço CIA do Pássaro, o Teatro West Plaza e com o Sarau Comungar. Os jovens músicos também participaram da Ação Social de bairro organizado pela prefeitura de SP, no Jardim Maia. Em 2019, Madriquê foi contemplado pelo programa VAI (de valorização de Iniciativas Culturais), para a realização do projeto “A voz que conta é a voz que canta”, com o objetivo de transformar as histórias de idosos em música. O projeto foi realizado em um núcleo de convivência de idosos na zona leste de São Paulo.